quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Diário de Miguew Kagado, 08/09/2011



Outro dia disfarçado de pessoa, vesti meus trapos mais finos e delicadamente chamei o caralho da minha mulher pra fazer meu café. Já eram três horas da manhã e eu estava com fome. Foi inegavel a satisfação e sorriso com que ela atendeu meu pedido. Satisfeito e forrado disputei corrida na rua com os cães sem dono, percebi que em um ano fazendo tal exercício poderei trabalhar todo dia revitalizado.´
No trabalho fruto de toda minha fartura compreedi a alegria de meu chefe que sonha todo dia com minha chegada meia hora mais cedo, logo, diz ele, poderei cortar o dinheiro do teu transporte para tristeza de minha mulher que não terá mais de fazer meu café pela manhã.
Vou dormir para amanhã trabalhar melhor, mais rapido e por uma ração mais justa, boa noite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário